domingo, 26 de junho de 2016

Lançamento da Revista ENSAIO ABERTO – 8ª Edição

Olá Saudações!
O Movimento de Teatro de Grupo de Minas Gerais através de sua atual diretoria vem convidá-los para o lançamento da revista Ensaio Aberto - 8 ª Edição, contamos com sua presença.

Imprima o convite abaixo para apresentação no dia.
Imprima esse convite para apresentação no dia.

Data: 29 de junho  de 2016 - Horário: 19h
Local: Galeria de Arte BDMG Cultural - Rua Bernardo Guimarães, 1600, Lourdes

Entrada com apresentação de convite para todos os públicos participantes e visitantes.


MTG MINAS REALIZA LANÇAMENTO DA
 8ª EDIÇÃO DA REVISTA “ENSAIO ABERTO”

Publicação reúne depoimentos de diversos grupos de teatro do estado e homenagens em memória à artistas e técnicos que contribuíram para a trajetória do teatro mineiro
MTG - Movimento de Teatro de Grupo de Minas Gerai realiza, no dia 29 de junho, quarta-feira, às 19h, no Instituto BDMG Cultural, no bairro de Lourdes, o lançamento da Revista Ensaio Aberto, sobre a trajetória dos Grupos de Teatro de Minas. A Revista traz nesta 8ª edição as histórias de grupos de teatro do estado. A programação artística ficará por conta de encenação de texto sobre o universo do ator, “Solidão”, com Wilma Henriques e “Entre Voos” com o jovem ator Raul Garcia, da Trupe Gambiarra.
O objetivo deste lançamento é registrar o impacto da história dos grupos e realizar um encontro em que o debate sobre as demandas e necessidades de sustentabilidade, existência e continuidade das atividades dos grupos em todo o estado de Minas Gerais seja importante para preservar as políticas públicas de ações que tem contribuído para que os trabalhos das organizações culturais e sociais, através da cultura, têm permitido e estimulado as necessidades do homem de serem indivíduos que trabalham na garantia dos direitos de crianças, jovens, adultos e idosos. O MTG trás para esse lançamento, depois do IV Encontro Estadual Minas de Grupos, a necessidade de uma estrutura organizacional que possa permitir alavancar os grupos e artistas mineiros. No Encontro ocorreu uma programação com a participação de gestores públicos, pensadores e artistas que comporam mesas e ministraram palestras sobre temas ligados ao recorte de estrutura jurídica e administrativa  que contribuíram para a organização do Teatro de Grupos. A publicação da 8ª edição da Revista traz ainda apresentação da trajetória de diversos grupos do teatro mineiro, da década de 1980 aos anos atuais, com a participação de artistas (diretores e atores) como Wilma Henriques, Jota Dangelo, Magdalena Rodrigues, Ricardo Martins, Amauri Reis e Rogério Falabella, homenageando, “in memorian”, os colegas que partiram deixando o seu legado no teatro feito em Minas Gerais.
A Revista Ensaio Aberto 8ª edição comemora 22 anos de registros das práticas e ações realizadas pelo MTG, que teve sua primeira publicação em junho de 1994, e que teve a participação dos artistas Eduardo Moreira, Elisa Santana, Gladys Rodrigues, Ângela Mourão, Sumaya Costa, Cida Falabella, Léo Ladeira e os colaboradores, Rosyane Trotta, Cláudia Mesquita, Ana Paula Duarte Olegário e Ilva de Freitas na organização e publicação do primeiro número. Estas publicações permitem a continuidade da sistematização das praticas dos grupos em um instrumento teórico para estimular a pesquisa e a memória do teatro de grupos em Minas Gerais.

Atrações Artísticas do lançamento e atividades do projeto foram aprovados pelo Fundo Municipal de BH.

Além da Revista Ensaio Aberto 8ª edição, comemorativa de 22 anos, o projeto beneficiou o IV Encontro Estadual de Grupos de Teatro - Minas de Grupos, patrocinado pela Lei Municipal de Incentivo à Cultura, e conta com o apoio da Secretaria de Estado da Cultura, BDMG Cultural, SESC/MG e os Grupos Associados. NO IV Encontro Estadual de Grupos de Teatro - Minas de Grupos,  foram realizados debates e palestras com os temas:  “Construção Políticas Públicas e Novas diretrizes”,  “Manutenção e Sustentabilidade para o Teatro de Grupos”, “Cooperativismo” , "Historia do Teatro Mineiro”, “Panorama atual das Políticas de Incentivos Culturais”, “Direitos e Jurisdição em Cooperativas”  e Workshop para a  Vivência em grupo, relação afetiva de troca e escuta para a criação artística e organização administrativa. Teve também apresentações dos grupos teatrais de Minas Gerais “Por de Dentro” – Grupontapé.  Direção: Eduardo Moreira e Katia Lou do Grupontapé de Uberlândia, “A Celebre Criminosa” – Cia. Produz Ação Cênica. Direção: Wilma Henriques. De Confins a Companhia já percorreu e participou de diversos festivais ( FIT/BH, Festival de Piracicaba/SP, Festival de Curitiba, Festival de São João Del Rey, Mostra Estação em Movimento etc) e também com o espetáculo “Em Saio” – com Grupo Araguari de Teatro,  Direção: João Cardoso O grupo Araguari de Teatro apresenta Em Saio, uma montagem a partir da adaptação do texto Apareceu a Margarida de Roberto Athayde com Direção de Joao Cardoso, em cena
o ator R.Salviano e ainda o grupo convidado Cia. Teatral Pequi. Com o espetáculo A terra Tremeu com direção: Carluty Ferreira.


O Projeto encerrará suas ações em novembro de 2016 com o lançamento do Livro Memoria do Teatro Mineiro, produzido pelo Movimento Teatro de Grupo de Minas Gerais, com pesquisa e levantamento pela historiadora Simone Lara, e organização de Carluty Ferreira com a participação da diretoria atual do MTG.

MTG – MOVIMENTO DE TEATRO DE GRUPO DE MINAS GERAIS

Criado em 1991, o Movimento de Teatro de Grupo de Minas Gerais nasceu com o objetivo de fomentar a produção em artes cênicas em grupos, nos planos artísticos, pedagógicos, políticos e sociais atuando em três direções: artística, político-cultural e produção. Em janeiro de 1992 o MTG lançou o documento “Em busca do tempo perdido”, que denunciava a situação das artes cênicas em nosso estado e o descaso dos governantes e entidades de classe para o trabalho dos grupos teatrais. Dando continuidade a sua atuação como entidade de representação de grupos teatrais, a Associação conquistou representação na comissão de avaliação de concorrência para ocupação dos teatros públicos, na avaliação de projetos da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais, incluindo o Prêmio Cena Minas, e representação na concorrência para a extinta Mostra de Teatro Infantil do Teatro Marília. A preocupação com o fazer artístico e a promoção da cultura levou o Movimento a se tornar em 1996 co-realizador do FIT – Festival Internacional de Teatro de Belo Horizonte, a convite da Secretaria Municipal de Cultura. Essa parceria se manteve até 2002 sendo o MTG responsável pelos chamados “Eventos Especiais”: Dia D, La Cena e o Bar Estação em Movimento. Em 2001 nasceu o “Estação em Movimento”, que objetivava a formação de público, a exibição de produções recentes das companhias associadas ou não, exposição de materiais cênicos dos grupos e o intercâmbio entre os participantes. A 1ª mostra, realizada em 2001 na Serraria Souza Pinto, atraiu cerca de 14.000 pessoas, e na 2ª mostra, em 2003, na Casa do Conde/Funarte, o publico chegou a 13.300 pessoas. Com o passar dos anos, o evento se fortaleceu e ganhou destaque como mostra teatral de grupos. O “Minas de Grupos”, foi criado em 2005 e já realizou mais duas edições em 2012 e 2013 com a participação de vários grupos do estado no intuito de descentralizar as ações do MTG. O evento promoveu o intercâmbio de grupos, a discussão de políticas culturais vigentes e a potencialidade dos grupos do interior.
A associação dos grupos do interior fortaleceu a política descentralizadora do Movimento Teatro de Grupo, e, em 2009, a 5ª edição do Estação em Movimento aconteceu na cidade de Uberlândia. Desde sua fundação, o MTG registra suas atividades e pensamento político-cultural através da Revista Ensaio Aberto, que está em sua 7ª edição, e do Jornal do Movimento. Além das mostras, o MTG produziu em 2003 o “Projeto Indústria Cultural SESI Minas”, com uma parceria bem sucedida com o SESI Minas, perfazendo 66 ações em 28 cidades do Estado. Em 2010 o Movimento Teatro de Grupo de Minas Gerais é contemplado com o Prêmio Cena Minas e dá início às comemorações dos vinte anos de atividades. E assim reafirma seus objetivos enquanto associação que acredita na arte dos grupos teatrais e defende propostas de uma política cultural que atenda aos interesses de toda classe artística.
Hoje, a Associação agrega 40 companhias de diversas tendências, sendo vinte e dois grupos do interior e dezoito Grupos da capital: Cia. Acômica, Cia. Candongas, Cia. Drástica, Cia. da Farsa, Cia. H3, Cia. Circunstância, Cia. Produz Ação Cênica, Grupo Reviu a Volta, Grupo de Teatro Ovorini, Grupo de Teatro Raminhola, Grupo Teatro Expressão, Grupo Arte e Vida, Grupo Reflexus, Grupo de Teatro Virudungas,Grupo Girafolia, Gruted-Grupo de Teatro de Divisopolis, Grupo Conscius Dementia, Grupo Fragmentos, Grupo Pano Com Arte Ibirite, Grupo Teatral Confraria Tambor, Grupo Oriundo, Grupo de Teatro Fibra, Grupo Olho de Gato, Grupo Atrás do Pano, Grupo Olho da Rua, Grupontapé, Grupo Mundo de Teatro, Grupo Giz de Teatro, Grupo Mito 8, Grupo Galhofas, Grupo de Teatro de Araguari, Grupo de teatro Carroça Teatral,Grupo Girino de Animação, Truppe Tamboril,Truppe Dell”Arte, Truppe de Truões, Teatro Negro e Atitude, Cia. Pierrot Lunar, ZAP 18..

Principais realizações
- 1996 a 2002 - Festival Internacional de Teatro Palco e Rua de Belo Horizonte – FIT BH.
Em parceria com a Prefeitura de Belo Horizonte, foi corealizador. Promoveu dentro do festival os Eventos Especiais (palestras, debates, oficinas, encontros, mostras de trabalho, intervenções e shows musicais).
- 1997 - “Expedição Zum, Zum, Zum ...”
 Evento organizado dentro do FIT BH -97. Tinha como proposta a democratização da arte. Ocupou trechos da av. Afonso Pena e Praça Sete.
- 2002 e 2003 - Indústria Cultural Sesi
Circulação dos grupos do MTG/MG por 28 cidades do estado de Minas Gerais.
- 2004 e 2005 - Circulação Projeto Teia – Patrocínio Arcelor Mittal
Rede de circulação, experimentação e Investigação das Artes Cênicas. Projeto de circulação realizado em parceria com a Cia. Acômica.
- 2001 a 2009 - Estação em Movimento - Mostra de Teatro de Grupo
Cinco edições já realizadas. Quatro em Belo Horizonte e uma em Uberlândia.
- 2005 - Minas de Grupo
Em parceria com a Secretaria de Estado da Cultura, foi realizado o primeiro encontro estadual de grupos teatrais para discutir a demandas e necessidades dos grupos mineiros.
- 2008 - Ocupação
Em parceria com o Teatro Marília, foi realizado o primeiro ocupação em Movimento, ação para discutir a utilização dos espaços públicos.
- 2010 - MTG 20 Anos de Teatro de Grupo – Prêmio Cena Minas
Oficinas, palestras e apresentações em cinco cidades mineiras.
- 2011 – Trilha Cultural BDMG
Circulação: espetáculo de Belo Horizonte apresentado em Montes Claros
- 2012 – Prêmio Myriam Muniz
Circulação de espetáculos de grupos associados em Araçuaí e Poços de Caldas (MG) e Itaperuna e Petrópolis (RJ).
- 2012 –Fundo Estadual – oficinas de formação e capacitação
Oficina na sede dos grupos associados em Belo Horizonte e Lançamento da Revista Ensaio Aberto 7ª Edição .
2013 –Fundo Municipal – Manutenção MTG – projeto IV Encontro Estadual, publicação Livro Sobre Teatro Mineiro e 8ª Edição Revista Ensaio Aberto

Diretoria
Presidente do MTG – Emmano Garcia 
Diretor Executivo- Rogério Alves 
Diretor Financeiro – Carluty Ferreira
Diretor de Mobilização Artística – Paulo Henrique
Conselho Fiscal –  Carloman Bonfim, Didi Moreira, 
Danielle Gonçalves e Natalina Angélica

Serviço

LANÇAMENTO DA REVISTA ENSAIO ABERTO DO MTG – 8ª EDÇÃO - Movimento de Teatro de Grupo de Minas Gerais
Data: 29 de junho  de 2016 - Horário: 19h

Local: Galeria de Arte BDMG Cultural - Rua Bernardo Guimarães, 1600,0 Lourdes

Entrada com apresentação de convite  para todos os públicos participantes e visitantes.
Contatos para entrevistas:
Presidente do MTG – Emmano Garcia – (31) – 99801-4571

Carluty Ferreira – Coordenador Geral do projeto – (31) 99655-6225
Assessoria de Imprensa: 

Adilson Marcelino  – 31 98875-542